Menu

Posts Destaques

02 outubro, 2018

RESENHA | O LIVRO AMARGO

Titulo: O LIVRO AMARGO
Autora: DENIS CRUZ
Editora: CPB
Páginas: 112
Ano: 2012
Classificação: 4/5


Sinopse:

Um homem chamado Guilherme Miller disse que Jesus voltaria em 1844. Muitas pessoas acreditaram, inclusive um jovem chamado Jerryl McNolan. O livro amargo conta justamente a história de Jerryl.
Apaixonado pela jovem Allice, ele não consegue entender os motivos de os pais dela não lhe permitirem a corte. Apenas depois de conhecer a mensagem milerita, finalmente os pais de Allice permitem o namoro.
No entanto, o jovem casal enfrenta uma amarga decepção. O que era doce torna-se uma dura batalha na vida de Jerryl e Allice. Será que a fé poderia resistir a esse acontecimento? Porém, há mais, muito mais, na história deles.
Experimente o suspense e a emoção deste livro. Você também vai descobrir que sempre há muito mais pelo que viver.
Denis Cruz é graduado em Direito e autor de livros como A Descoberta (este romance teve a participação de Michleson Borges), e o meu book preferido dele é: Além da Magia. Quem já leu algo dele, sabe que ele consegue fazer magia com as palavras.

A narrativa fictícia com uma história de fundo real,  ocorre ente 1842 a 1845 no Condado do Sul, Nova York. Toda a história é contada por um homem de nome Jerryl McNolan,ferreiro. As coisas começam a tomaram novo rumo na cidade quando um certo pregado viaja para lá, e prega sobre a breve volta de Jesus para 1843/1844.

A mesma mensagem descoberta pelo líder dos mileritas, Guilherme Miller, com base em pesquisas sobre Daniel 8:14, estavam agora sendo pregadas nessa naquela pequena cidade do interior. O porta voz era pr. Ulric. Muitos aceitaram as boas novas. Mas na data esperada,1844, Jesus não voltou, e todos outrora crentes, entram em desespero e angustia total! Afinal, o Jesus que esperavam não voltou! Enquanto muitos abandonam o movimento, uns decidem investigar o erro. 

Denis Cruz, conta a história do grande desapontamento de 22 de outubro de 1844 de forma muito criativa. Vários personagens aparecem, e tornam a narrativa mais envolvente. Ora por meio de romance, e ora por meio de conflitos e perseguições. É sem duvidas uma obra que vale a pena ser lida independente da idade. A proposta de Denis Cruz nesta obra é bem parecida com a de Neila em O Vaso de Barro.




           
           
     

2 comentários: