Menu

Posts Destaques

15 maio, 2018

RESENHA DO LIVRO : NOS BASTIDORES DA MÍDIA

Titulo: NOS BASTIDORES DA MÍDIA
Autor: MICHELSON BORGES
Editora: CPB
Páginas: 172
Ano: 2016
Classificação: 4/5


Sinopse: 
Em muitos casos, a mídia de massa tem sido usada para manipular a maneira de pensar e o comportamento das pessoas. Que interesses estão por trás dessa manipulação? Como se tornar consciente de tudo isso e se proteger? Essas e outras questões sobre a "face oculta" da mídia estão muito bem apresentadas nesse livro.
Nos Bastidores da Mídia, do jornalista Michelson Borges é um livro que visa apresentar aos leitores uma visão crítica das mídias sociais, que se tornou uma coisa onipresente. Em apenas 13 capítulos, Michelson traz revelações surpreendentes sobre o que realmente ocorre nos bastidores da mídia. Sem enrolação, e desprendido do espírito extremista ou alarmista, que é a marca da maioria dos cristãos que escrevem sobre a mídia, Michelson procura levar seus leitores ao caminho da reflexão e investigação própria. Seus argumentos e pesquisas são expostos de maneira brilhante, calma e profunda. 

O capítulo primeiro, intitulado A Batalha dos “ISMOS”, é a chave para a compressão dos 12 capítulos restantes. Nela, o livro apresenta a origem de todo o mal que rodeia e que alimenta as mídias. O autor apresenta sua crença em Cristo e no grande conflito que teve início no céu com a rebelião de Satanás. Desta rebelião, resultou a batalha dos “ismos”: materialismo, espiritualismo, evolucionismo, consumismo, pós-modernismo etc. Após este capítulo, o livro preocupa-se em apresentar de que maneira, o inimigo de Deus procura usar as mídias sociais como: Tv, rádio, internet, redes sociais, jornais, livros, revistas, músicas e etc., para fazer a sociedade engolir suas crenças. O livro analisa de maneira sucinta, o impacto e influência da internet, tv, música, jogos eletrônicos, na mente humana. Há até um capítulo reservado para a análise de um dos grandes problemas da sociedade moderna- o consumismo. O livro fala também das consequências da pornografia, que com o advento da internet, encontra-se hoje acessível de forma fácil para todos (infelizmente).

O jornalista se vale de inúmeras pesquisas para embasar seus argumentos e reflexões ao longo do livro. E visto que hoje o mundo produz informações na velocidade da luz, torna-se oportuna a leitura de uma obra que ensine como usar a mídia, ao invés de nos deixarmos usar por ela.


Seja o primeiro a comentar!

Enviar um comentário